Associados > Lista de Associados

  • Nome

    Fábio Lobanowsky

  • Nome Artístico

    Fábio Lobanowsky

  • Cidade
  • Atividade
  • Especialidades
  • Software
  • Idiomas
  • Prêmios

    Candango para a Montagem de “O Sanduíche”, no 33º Festival de Brasília

    Prêmio Assembleia Legislativa pela montagem de “A Peste da Janice”no festival de Gramado em 2007.

    Prêmio Assembleia Legislativa pela montagem de “Um Dia como Hoje”no festival de Gramado em 2008.

  • IMdb
  • Youtube
  • Email
  • Curriculo

    Formado em Comunicação Social desde 1992 pela UFRGS, começou a carreira no meio audiovisual como assistente de direção e direção, para o mercado Publicitário nas praças de Porto Alegre e Florianópolis. Em 1996, participa da equipe de “Anahy de las Misiones”, produzindo o Making of do filme, entrevistando e documentando o processo de filmagem.
    Na prática do mercado, especializa-se nos processos de pós produção e desenvolve a montagem criativa, contribuíndo ativamente como funcionário da RBSTV filial da Rede Globo no Rs, editando para inúmeros programas , teledramaturgia, documentários e séries, junto ao Departamento de Programas Especiais no período de 1998 a 2004, é nesse período, que monta para o Cinema o curta “Sargento Garcia” e “O Sanduíche”* este último, em parceria com o montador Giba Assis Brasil. Em 2004 deixa a RBSTV para trabalhar na montagem de “O Cerro Do Jarau” lançado em 2006, a partir daí trabalha ‘free lancer” e assina inúmeros títulos para Cinema como, “A Peste da Janice”** 2007 e “Sioma, O Papel da Fotografia”2015. A partir de 2005, no princípio, em parceria com Julio Spier, faz a Supervisão de pós-produção no TECCINE da PUCRS onde dá atenção ao fluxograma da pós-produção nos Laboratórios de Realização do curso de Cinema da FAMECOS atividade que permanece sua minha agenda até os dias de hoje. A experiência com o roteiro se estabelece a partir da montagem, uma vez que estes fundamentos são responsáveis pela narrativa da linguagem audiovisual. Assim, assina o Roteiro dos Curtas “Reflexões do Curumim” 2010 e “Piska” 2016.