Renata Terra

Base

Nome

Renata Terra

Nome Artístico

Renata Terra

Membro desde

2021-01-28

Cidade

São Paulo

Atividade

Editor(a)

Especialidades

Documentário

Software

Premiere, Final Cut 7, Avid

Idiomas

Português, Inglês, Espanhol

Prêmios

Teresa – curta-metragem de ficção, melhor direção, filme e montagem no Festival de Gramado de 2010.

Piripikura – vencedor do 19º Festival do Rio de Janeiro, na categoria documentário longa-metragem e foi selecionado para o IDFA – International Documentary Filmfestival Amsterdam, vencendo o prêmio de direitos humanos do festival.

 

IMdb

https://www.imdb.com/name/nm1071947/

Vimeo

vimeo.com/reterra

Linkedin

http://www.linkedin.com/feed/?trk=homepage-basic_google-one-tap-submit

Curriculo

RENATA TERRA

Montadora, roteirista e diretora de documentários e ficção. 

Entre 2018 e 2019, roteirizou, dirigiu e montou o filme O Começo da Vida 02- Lá Fora, na Maria Farinha Filmes, que será lançado em novembro, na Netflix.

No final de 2017, lançou seu primeiro longa metragem, em parceria com Mariana Oliva e Bruno Jorge. Piripikura conta a história e o drama de um povo indígena isolado que vive na fronteira entre Mato Grosso e Rondônia. O documentário foi o vencedor do 19º Festival do Rio de Janeiro, na categoria documentário longa-metragem e foi selecionado para o IDFA – International Documentary Filmfestival Amsterdam, vencendo o prêmio de direitos humanos do festival.

Em 2017, realizou montagem e roteiro de edição do documentário Em Nome do Meu Povo, sobre a ativista afegã Malalai Joya, na produtora Cine Cinematográfica.

Em 2016 dirigiu o institucional Criança e Natureza para o Instituto Alana, na produtora Maria Farinha Filmes. 

Entre 2015 e 2016, foi montadora e roteirista de edição da série O Começo da Vida, na produtora Maria Farinha Filmes. 

Entre 2014 e 2015 atuou como diretora geral da série de docu-reality Trabalho Duro, para o canal Discovery Channel, na produtora O2 Filmes.

Em 2013, roteirizou episódios da série A Verdade de Cada Um, para o canal National Geographic, na produtora O2 Filmes.

Em 2012, foi roteirista da série Reino Animal – Diários de Lawrence Wahba, exibida no canal National Geographic, produzido pela Bossa Nova Filmes. Além dos trabalhos como documentarista, dirigiu seu segundo projeto de ficção, o curta-metragem A Caminho de Casa, vencedor do edital da Petrobras para produção.

Em 2011, codirigiu um dos episódios da série Meu País, Nosso Mundo, sobre jovens ambientalistas na América Latina, produzido pela TAL – TV América Latina e exibida na TV Cultura.

Em 2010, participou como montadora e diretora de imagens de cobertura do longa–metragem Quem se Importa, documentário de Mara Mourão, exibido nos cinemas em 2012. 

Em 2009, codirigiu e roteirizou o curta-metragem de ficção Teresa, melhor direção, filme e montagem no Festival de Gramado de 2010.

Em 2006, dirigiu o média-metragem Bomra – Um dia, Um Bairro, da série Entrelinhas, selecionado para a Mostra Internacional de Filmes Etnográficos do Rio de Janeiro.

Em 2005, editou o documentário O Brasil da Pré-História – O mistério do Poço Azul, uma coprodução entre a Grifa Cinematográfica e a produtora francesa Gedeon, exibido na CBC e Discovery Channel.

New Report

Close