Serie dirigida por Gabi Paschoal estreia no GNT

28.JUN.15 | Estreia neste domingo, 28 de junho, a segunda temporada de “Morar”, no canal GNT. A série tem direção da associada Gabi Paschoal e direção geral de Alberto Renault. Os membros da edt. Clarice Mittelman, Rodrigo Brazão e Aline Vieira trabalharam na montagem da série. “Morar” viaja o Brasil mostrando as mais variadas casas e as mais variadas paisagens. Passando por locais como Afuá, Pantanal, Belo Horizonte, Muzambinho e Belém, o programa revela contrastes e semelhanças entre as diferentes regiões do país. A associada Gabi Paschoal falou sobre seu trabalho de direção e sobre a montagem série: "Morar é um projeto para o qual fui contratada. Não é um projeto autoral. Existe um desenho muito claro do que deve ser o programa. O formato segue a seguinte lei: mais imagem, menos texto; tudo deve ser transcrito em imagens. Como molho de minha direção, capricho no som direto e tento produzir imagens que narrem as crônicas de cada casa de forma menos literal. A montagem se dá, na maioria das vezes, a quatro mãos. Se por um lado devemos atender ao "cliente", por outro, nossa autoria está em burlar algumas das regras, numa brecha, num plano, num texto mais subversivo ou no tipo de imagem de cobertura usada. Entre uma coisa e outra, apostamos num programa que está na grade de "casa e decoração" do canal, mas constrói a casa como expressão de subjetividades. É nisso que eu e os montadores apostamos. É o que mais gostamos de fazer nesta série!" Serviço: Data: Domingo, dia 28 de junho Horário: 22:30 Canal: GNT

Estreia a segunda temporada de “302” com montagem de associados da edt.

05.JUN.15 | Estreia na madrugada do dia 5 (de sexta para sábado), à meia-noite, a segunda temporada do programa "302" no Canal Brasil. Fazem parta da equipe três associadas da edt.: Ana Costa Ribeiro na direção, e Livia Arbex e Maria Altberg na edição. Na série, o experiente fotógrafo Jorge Bispo recebe em seu próprio apartamento 26 mulheres comuns que toparam tirar a roupa à frente de sua câmera. As fotografadas falam sobre aceitação, descoberta, libertação, violência, abuso e preconceito. Livia Arbex, que participa do projeto desde a primeira temporada, falou sobre seu método de trabalho: "Nesse projeto, temos uma peculiaridade que é editar um documentário que dure entre 10 e 13 minutos. Nós montadores estamos muitos mais habituados a fazer séries para janelas de 30 ou 60 minutos. Parece apenas um detalhe, mas minha metodologia muda radicalmente. Não é um trabalho de reduções sucessivas. O processo de montagem se parece mais com um trailer, onde preciso "construir" cada micro pedaço, vasculhar no material bruto onde está a fala mais sucinta daquela personagem, mas que contenha o máximo de significado. Ao mesmo tempo que o processo parece de um trailer, o resultado diverge bastante. O espectador não pode ter uma sensação de que o ritmo está acelerado, como no trailer. A forma que encontrei para equilibrar isso foi começar pelo fim. Construo primeiro o final do episódio para descobrir o que tenho que fazer para chegar até ele. Assim vou entendendo qual é a "curvatura" desse arco dramático, para tentar contar da melhor forma possível a experiência da personagem no dia em que decidiu posar nua" Estreia: sexta, dia 05/06, à meia-noite Clique aqui e assista ao teaser do programa.